Postado em 26 de Março às 16h53

Atividade Física em quarentena? é possível!

Cleiton Fossá | Vereador        O atual cenário é de cuidado, preocupação e prevenção. Com a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, as pessoas tiveram uma mudança...

       O atual cenário é de cuidado, preocupação e prevenção. Com a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, as pessoas tiveram uma mudança brusca em seu dia a dia. Saíram das ruas, parques e outros espaços físicos compartilháveis para se proteger em suas casas. Esse processo precisa de um tempo de adaptação, de ideias criativas para não se entediar e, também, para não deixar de praticar exercícios físicos.

       Movimentar-se dentro de casa, ajuda a manter a forma e o condicionamento físico, além disso, é uma maneira potente de reduzir ou minimizar o estresse e a ansiedade decorrente desta situação atípica.

       A Organização Mundial de Saúde (OMS) define a atividade física como qualquer movimento corporal produzido através do nosso organismo, incluindo gasto de energia. A organização recomenda 30 minutos diários de atividade física com intensidade leve em cinco dias da semana, ou 20 minutos diários de atividade física de intensidade elevada em três ou mais dias da semana.

       O primeiro passo, é escolher um espaço adequado, seja na sala, no quarto, ou na cozinha, mas sempre com boa ventilação e luminosidade. Se você gosta de música, escolha aquela playlist bem animada, que inspira e partiu se exercitar.

       Não existe uma atividade física considerada ideal, pois cada pessoa deve encontrar, no seu cotidiano, um exercício que lhe satisfaça. Mas, deixamos por aqui, algumas sugestões:

  • Agachamento: Ótimo para melhorar a postura, fortalecer os músculos das coxas e definir os glúteos. Para realizar o exercício, você precisa separar os pés na largura do quadril e colocar os braços para frente, flexionar os joelhos e agachar. Faça três séries de 10 agachamentos com 30 segundos de intervalo entre uma série e outra.

  • Flexão de braço: Utilizando o peso do seu próprio corpo, a flexão de braço fortalece a parte superior e assim garante um bíceps mais firme. Faça a posição de prancha, estique e posicione os braços a uma distância levemente superior à largura dos ombros, deixe os pés juntos e o joelho encostado no chão. Desça o tronco até que o peitoral quase toque o chão e depois volte para a posição de início. Realize três séries de 10, com o tempo de pausa de 30 segundos.

  • Afundo: Esse exercício utiliza o peso do próprio corpo para fortalecer as pernas, braços e para secar a barriga. Ele deve ser feito em uma superfície plana e dura. Fique com as pernas posicionadas paralelamente uma da outra e levemente afastadas, coloque a mão no quadril, dê um passo para a frente com o pé direito e deixe o pé esquerdo ligeiramente para cima, dobre os dois joelhos ao mesmo tempo, mantenha a coluna ereta e o abdômen contraído. Repita essa atividade 20 vezes em cada perna.

  • Prancha: A prancha é um exercício de concentração de força, você deve ficar por um período de tempo firme e equilibrando o peso do corpo em seus braços e pés. Apoie os cotovelos e antebraços no chão e alinhe ao ombro, apoie a ponta dos pés no chão e alinhe aos cotovelos. Você deve ficar com o corpo ereto e contrair o abdômen, fique nessa posição por 15 segundos e repita pelo menos umas três vezes.

  • Polichinelo: Esse exercício aeróbico faz boa parte do corpo se movimentar, acelerando a queima de gordura corporal e o metabolismo. Fique numa superfície plana e mantenha os pés juntos com as mãos encostadas no quadril, dobre os joelhos e salte levemente no ar, abra as pernas na largura do ombro e levante os braços acima da cabeça. Repita esse exercício umas três vezes com pausa de 20 segundos. 

       Outras alternativas para o período de isolamento social são a dança e a meditação, que contribuem ativamente para o bem estar da mente e do corpo.


Cuide-se, movimente-se, fique em casa!

 

 

Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá

Veja também

Projeto de transparência na saúde é rejeitado20/03/18 Chapecó – Vereadores da prefeitura de Chapecó votaram contra o Projeto de Lei 072/17, do vereador Cleiton Fossá, que garantia transparência na saúde em âmbito municipal, mesmo com pareceres favoráveis da Assessoria Jurídica do Poder Legislativo, da União dos Vereadores de SC (Uvesc) e do Conselho Federal de Medicina. A iniciativa tratava da......
Sobe para 338 casos confirmados de Covid-19 em Chapecó10/05 Na manhã deste domingo (10), em atualização, a prefeitura municipal de Chapecó, anunciou que o município registrou novamente aumento do número de casos confirmados. Até o momento são 338 casos......

Voltar para NOTÍCIAS