Postado em 03 de Setembro às 14h17

Auxílio emergencial é estendido até dezembro com parcelas de R$ 300


      O Auxílio Emergencial será prorrogado por mais quatro meses, até finalizar o ano
.

       O valor pago por mês será de R$ 300, metade do benefício fixado inicialmente pelo governo. A decisão foi anunciada na terça-feira (01) pelo presidente Jair Bolsonaro. Ainda é necessária a aprovação do Congresso Nacional na Lei 13.982 que estabelece o benefício.

       A criação do Auxílio foi em 2 abril com o objetivo de amenizar os efeitos da crise econômica ocasionada pela pandemia da Covid-19, apoiar trabalhadores informais, autônomos, desempregados e famílias cadastradas em programas sociais do governo. Inicialmente, seriam três pagamentos de R$ 600 ou R$ 1.200, mas o decreto nº 10.412 de 30 de junho prorrogou o benefício em mais duas parcelas deste valor.

       "Não é um valor o suficiente, muitas vezes, para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então decidimos aqui, até atendendo a Economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300", destacou o presidente Jair Bolsonaro.

Participe, apresente sua demanda ao vereador e fique por dentro da atuação do mandato por meio das nossas redes sociais: Facebook - Instagram e nosso WhatssApp.



Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá

Veja também

Cleiton Fossá avalia primeiro mandato21/12/16 Chapecó - Encerrando seu primeiro mandato de vereador em Chapecó, Cleiton Fossá realiza uma avaliação destes quatro anos e projeta ações que pretende desenvolver em seu novo mandato, já que foi reeleito em outubro passado. Nestes quatro anos, Fossá buscou promover debates em áreas que impactam diretamente nas vidas dos cidadãos, resolvendo problemas cotidianos e desenvolvendo atividades, além também de cumprir o......
Ações de maio foram voltadas aos direitos da população05/06/18 Chapecó – O mês de maio foi movimentado para o mandato do vereador Cleiton Fossá. Além das demandas recebidas através Gabinete Virtual, WhatsApp e Facebook, ou de visitas às comunidades, o vereador cobrou, da......

Voltar para NOTÍCIAS