Postado em 13 de Maio às 10h18

Chapecó confirma 420 pessoas infectadas com a Covid-19

Cleiton Fossá | Vereador Os dados atualizados pela prefeitura nesta quarta-feira (13) confirmam 420 casos de coronavírus no município. Destas, 80 estão recuperadas e um óbito suspeito foi notificado. Destes,...

Os dados atualizados pela prefeitura nesta quarta-feira (13) confirmam 420 casos de coronavírus no município. Destas, 80 estão recuperadas e um óbito suspeito foi notificado.

Destes, 331 estão em isolamento domiciliar. Estão internados em leito de UTI, quatro pacientes e enfermaria cinco.

No total são 205 casos suspeitos. Sendo que 200 estão em isoladas, dois pacientes internados em leito de UTI e dois em enfermaria.

Desde o início da pandemia, são 2.045 pessoas monitoradas. Que apresentaram exame negativo, o número equivale a 586 casos descartados.

Dos residentes de outros municípios internados em Chapecó, quatro pacientes são confirmados, três internados em UTI e um óbito. Dos casos suspeitos, dois estão internados em enfermaria, um em UTI e uma morte.

 

Dados de Santa Catarina e Brasil

O governo estadual, registrou nesta terça-feira (12), o total de 3.733 pessoas infectadas com a doença. Quatro novos óbitos foram registrados. Totalizando 73 mortes.

A lista de municípios com pessoas infectadas, totaliza 162. O índice de isolamento no estado equivale a 39%. O mínimo aceito é de 50%.

O quadro de casos confirmados de coronavírus no Brasil, representa o total de 177.589 de pessoas infectadas. Destas, 72.597 estão recuperadas. Outros 95.593 casos estão sendo monitorados.

Novos 9.258 óbitos foram registrados. Sendo que 206 deles, são dos últimos três dias. O equivalente é de 12.400 mortes causadas pela doença

 

Fique por dentro das atualização sobre o Coronavírus pelo WhatsApp, ou acompanhe a atuação de Cleiton Fossá pelas redes sociais: Facebook e Instagram.



Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá

  • Cleiton Fossá | Vereador -

Veja também

Emprego e Renda em tempos de crise - Entenda a importância das políticas públicas08/04        Após a crise de 2008 e 2009 que assolou o mundo, o Brasil também ainda se recuperava da crise nacional de 2014 e 2015.        Neste cenário, com a nova crise instalada, a qual têm sua origem na saúde, faz se necessário olhar a desigualdade presente no país e ao grande grupo da população que se encontra......

Voltar para NOTÍCIAS