Postado em 07 de Março de 2014 às 18h21

CPI do Asfalto: Fossá tem requerimentos rejeitados

Vereador (224)Requerimento (10)CPI Do Asfalto (5)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - Os vereadores membros da CPI do Asfalto, Itamar Agnoletto, presidente; Arestide Fidélis, vice-presidente; e Cleiton Fossá, membro; se reuniram nesta sexta-feira (7) para a 12ª reunião da Comissão. Fossá apresentou quatro requerimentos verbais, argumentando que as informações solicitadas não foram apresentadas pela prefeitura de Chapecó e/ou pela empresa Planaterra, mas Agnoletto e Fidélis votaram contrários às solicitações, alegando que não haveria tempo para a produção do relatório. O prazo para entrega é 22 de março. 'Haveria sim tempo hábil, pois a verdade dos fatos é o objetivo da CPI', disse Fossá. Fossá ainda trouxe a informação de que o prefeito de Chapecó, José Caramori, assinou em 26 de abril de 2013, a paralisação de todas as obras de pavimentação de asfalto, que durou quatro meses. Agora, com o término do contrato 009/2010, em 18 de janeiro de 2014, a procuradoria jurídica da prefeitura solicitou a prorrogação do contrato por mais quatro meses. 'Isso comprova que o prefeito Caramori faltou com a verdade quando disse que a CPI impediu a realização da pavimentação asfáltica em Chapecó, já que a CPI foi instaurada em outubro. A paralisação das obras foi uma decisão única e exclusiva do poder executivo', explicou o vereador membro. Constatação Após a instauração da CPI, em 21 de outubro de 2013, os vereadores de oposição receberam inúmeras manifestações de populares sobre promessas de asfalto realizados pela prefeitura, vereadores e candidatos a vereador, principalmente no período pré-eleitoral, mas que até agora a pavimentação ainda não foi realizada. Com base nisso, os vereadores de oposição conseguiram catalogar 93 ruas, em 19 bairros de Chapecó, onde moradores assinaram os contratos com a Planaterra e havia adesão de mais de 80%, porém os cidadãos ainda esperam a administração municipal expedir as ordens de serviço. 'Queremos saber os motivos disso', questionou Fossá. O caso No dia 20 de agosto de 2013, em pronunciamento na tribuna da Câmara de Vereadores, quando era discutido requerimento que tratava sobre a pavimentação asfáltica em Chapecó, o vereador Delvino Dall Rosa, que faz parte da base governista, afirmou que 'faltam 63 quadras que não foram feitos asfalto'e que a prefeitura de Chapecó deu a ordem de serviço antes das eleições, 'porque nós tínhamos medo que não votassem em nós e que depois não fizeram o asfalto'. Após a abertura da CPI, Dall Rosa alegou em sua defesa que foi provocado e que respondeu em tom de brincadeira. Em seu depoimento à CPI, alegou que 90% do que disse era brincadeira.

Veja também

Menos filas para os consumidores19/12/13 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou nesta semana o Projeto de Lei 189/13, de autoria do vereador Cleiton Fossá, que altera a ementa e demais dispositivos da Lei 3.975 de 22 de abril de 1999. A iniciativa de Fossá acrescenta as cooperativas de créditos e correspondentes bancários às exigências de colocar à disposição dos consumidores funcionários suficientes no setor de caixas para que o atendimento......
Cleiton Fossá parabeniza Saer/Fron e Bombeiros21/07/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá protocolou na Câmara de Vereadores de Chapecó moções parabenizando o Serviço Aeropolicial de Fronteira da Polícia Civil (Saer/Fron) de Chapecó e 6º Batalhão de Bombeiros Militar de Chapecó pela atuação de resgate de vítimas......

Voltar para NOTÍCIAS