Postado em 12 de Fevereiro de 2014 às 12h30

Maioria da base do Governo Caramori mantém a abusiva taxa do lixo

Vereador (224)Polêmica (3)Governo Caramori (3)Cleiton Fossá (314)
Chapecó - Oito vereadores da base do Governo Caramori rejeitaram o requerimento proposto pelo vereador Cleiton Fossá, subscrito pelos vereadores Nacir Marchesini, Marcilei Vignatti e Cleber Ceccon, que pedia a suspensão da cobrança da taxa de Resíduos Sólidos (TRC), popularmente conhecida como taxa de lixo, e que a administração municipal enviasse à Câmara de Vereadores um novo projeto, depois de ouvir a população em audiências públicas, para reparar o aumento abusivo proporcionado neste ano na cobrança da taxa de lixo. Apesar das manifestações populares, a base do governo Caramori não foi sensível ao pedido e rejeitou a proposta. Conforme Fossá, não ficou comprovada a necessidade de aumento na cobrança. O vereador ressalta que no ano passado foram gastos mais de R$ 13 milhões com a empresa TOS, responsável pelo recolhimento do lixo. 'É muita grana por um serviço ineficiente', ressalta. Outro ponto discutido pela bancada do PT é a cobrança do serviço em garagens de edifícios e terrenos baldios. 'Não produzem lixo', resume. Mesmo com a rejeição do requerimento, Fossá diz que ainda existem outros caminhos. Ele lembra que a bancada de oposição apresentou representação no Ministério Público de SC (MP/SC). Conforme Fossá, a nova cobrança da taxa de lixo fere o princípio da razoabilidade, pois em diversos casos a majoração da taxa foi superior a 1.000%. Além disso, a bancada de oposição já apresentou um projeto de lei para rever a TRC. 'Espero que o Governo Caramori perceba o erro que cometeu e tenha humildade em voltar atrás', finaliza.

Veja também

Menos filas para os consumidores19/12/13 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou nesta semana o Projeto de Lei 189/13, de autoria do vereador Cleiton Fossá, que altera a ementa e demais dispositivos da Lei 3.975 de 22 de abril de 1999. A iniciativa de Fossá acrescenta as cooperativas de créditos e correspondentes bancários às exigências de colocar à disposição dos consumidores funcionários suficientes no setor de caixas para que o atendimento......
Fossá volta a pedir padronização dos pontos de ônibus20/01/16 Chapecó - A Lei Municipal 5.669/2009, que trata sobre a padronização dos abrigos de passageiros do transporte coletivo de Chapecó, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2009. Mais de seis anos depois, entretanto, ela ainda não entrou em vigor.......

Voltar para NOTÍCIAS