Postado em 17 de Dezembro de 2013 às 17h27

Nova matriz econômica: primeiro passo foi dado

Tecnologia (6)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou ontem (16), em segunda votação, o Projeto de Lei ordinária 223/13, de origem do poder executivo, que muda dispositivos da Lei 6.476 de 15 de outubro de 2013. A iniciativa alterou a composição do Conselho de Ciência, Tecnologia e Inovação. O vereador Cleiton Fossá apresentou uma emenda ao projeto, que também foi aprovada. A emenda aumentou de 14 para 18 os membros com cadeira no Conselho, com a inclusão da Universidade do Estado de SC (Udesc), Instituto Federal (IFSC), Sebrae e Senai. Em 25 de setembro foi aprovado o projeto 173/13, que tratava sobre a Política Municipal de Incentivo à Inovação e Tecnologia - Lei de Inovação - e criou o Conselho e o Fundo Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Na ocasião, Fossá apresentou emenda pedindo a inclusão da UFFS, IFSC, Senai e Senac ao Conselho. A emenda foi aprovada, mas vetada pelo poder executivo, que encaminhou outro projeto incluindo a UFFS e o Senac ao Conselho. Assim, Fossá apresentou nova emenda. Após um acordo, a base governista aceitou aprovar o projeto com essa emenda. A respeito da inclusão da Udesc, IFSC, Sebrae e Senai ao Conselho, Fossá explica que as entidades científicas são o elo entre o poder público e a iniciativa privada. 'Essas entidades são parte essencial neste processo, pois produzem conhecimento'. Ele comenta que além de fortalecer as empresas e universidades, a Lei de Inovação proporcionará ainda o desenvolvimento econômico ligado ao social. 'Uma nova matriz econômica fará que o trabalhador ganhe mais e que Chapecó e região arrecadem mais e proporcionem melhor qualidade de vida à população'. Avanço Conforme Fossá, que promoveu através da Câmara três reuniões de trabalho com diversas entidades para debater o assunto, a Lei de Inovação ajudará na criação de uma nova matriz econômica para Chapecó. O vereador lembra que essa discussão foi uma construção coletiva da sociedade chapecoense. 'Os poderes legislativo e executivo fizeram sua parte. Esta é uma conquista da classe empresarial, política e trabalhadora', complementou. A nova matriz fortalecerá a economia de Chapecó, permitindo a absorção dos profissionais que se formam na região Oeste.

Veja também

Fossá visita Defensoria Pública21/02/14 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá esteve nesta sexta-feira (21) na Defensoria Pública de Chapecó. A visita de cortesia serviu para conhecer a estrutura do local e colocar o mandato à disposição da instituição. Implantada em Chapecó em maio de 2013, a Defensoria Pública é composta por cinco defensores. Sua principal atribuição é atender pessoas que não possuem condição financeira de contratar um advogado.......

Voltar para NOTÍCIAS