Postado em 04 de Dezembro de 2018 às 10h35

O orçamento é um cheque em branco para o prefeito, diz Fossá

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou, por maioria de votos, em votações realizadas segunda e terça-feira, o projeto de lei que trata sobre a Lei...

Chapecó – A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou, por maioria de votos, em votações realizadas segunda e terça-feira, o projeto de lei que trata sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2019. O vereador Cleiton Fossá, assim como outros cinco vereadores, votaram contra a proposta, encaminhada pela prefeitura de Chapecó. O motivo, explica ele, é referente ao 10º artigo da lei que, em suas palavras, “dá um cheque em branco ao prefeito”.

Este artigo autoriza o prefeito a decidir sobre a abertura de créditos adicionais suplementares, via decreto, até o limite de 25% do total da despesa fixada. A LOA prevê orçamento de R$ 1.032 bilhão, ou seja, a prefeitura poderá mexer em R$ 258 milhões sem precisar de autorização dos vereadores. “Eu não vou carregar este caixão. 25% do total do orçamento é muito recurso para o prefeito manejar como bem entende. Ficarei vigilante agora sobre o tema”, diz Fossá.

Emendas

Cleiton Fossá apresentou quatro emendas na LOA, mas todas foram rejeitadas pela base governista. Duas delas eram destinadas para a Secretaria de Saúde, sendo R$ 2 milhões para a agilização e para melhorias físicas no Hospital da Criança, ampliando os atendimentos pediátricos e outros R$ 2 milhões para aumentar a capacidade e dar maior rapidez às consultas de média complexidade e para os exames médicos, que são demandas reprimidas no setor da saúde de Chapecó.

A terceira emenda previa mais R$ 2 milhões para a Secretaria de Educação, para a implementação de mais vagas em regime integral nos CEIMs e a criação de horários alternativos para atendimento aos filhos de trabalhadores da agroindústria e do comércio. A quarta emenda destinaria R$ 1,5 milhão para a Vigilância Sanitária, a fim de ser revertida à causa animal, como o bem-estar animal e o controle de zoonoses, prevenindo o surgimento de doenças em nosso município.

Principais áreas

A Pasta da Saúde terá orçamento de R$ 274,7 milhões, com R$ 150 milhões para a Atenção Básica e R$ 120,7 milhões para Assistência Hospitalar e Ambulatorial. A Educação, R$ 206,1 milhões, com R$ 130 milhões para o Ensino Fundamental e R$ 61,2 milhões para a Educação Infantil. Já a Secretaria de Infraestrutura Urbana terá R$ 134,8 milhões, com R$ 90 milhões para recapeamento e manutenção das vias públicas. E a Secretaria de Defesa do Cidadão terá R$ 76,2 milhões.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Governador de SC desativa 15 Secretarias Regionais e 4 Executivas21/02/18 Florianópolis – O governador Eduardo Pinho Moreira decidiu desativar 15 Secretarias Regionais e 4 Secretarias Executivas. Vai economizar R$ 15 milhões de reais somente com despesas com comissionados e mais R$ 30 milhões com despesas de aluguéis veículos, energia, etc, o que deve totalize R$ 45 milhões de reais. Representarão redução de 20% dos......
Vereador Fossá denuncia poluição em rio02/03/18 Chapecó – Atendendo denúncia feita através do Gabinete Virtual, o vereador Cleiton Fossá esteve na linha São Francisco, interior de Chapecó, onde constatou a poluição do rio Monte Alegre. Conforme......
Fossá faz visitas à comunidade10/04/15 Chapecó - Mesmo licenciado sem remuneração do cargo, o vereador Cleiton Fossá continua realizando reuniões nas comunidades de Chapecó. Na última semana, Fossá esteve na última semana nos bairros Efapi, Santo Antônio, Eldorado, Bom Pastor, no distrito de......

Voltar para NOTÍCIAS