Postado em 02 de Abril de 2020 às 12h39

Obras privadas de construção civil são liberadas pelo Estado de Santa Catarina

Cleiton Fossá | Vereador        Na quarta-feira (01), o governo de Santa Catarina por meio da Portaria 212, autorizou a liberação das obras privadas de construção civil e de sua cadeia produtiva...

       Na quarta-feira (01), o governo de Santa Catarina por meio da Portaria 212, autorizou a liberação das obras privadas de construção civil e de sua cadeia produtiva no estado. As atividades estavam suspensas devido o isolamento social decretado por conta do Covid-19, o novo coronavírus.

       O retorno das atividades do setor foi determinada após reunião do Núcleo Econômico, que inclui a equipe do Governo do Estado, as principais entidades do setor produtivo e representantes do Parlamento, da Federação dos Municípios (Fecam) e do Ministério Público.

       A medida que passa a valer a partir de hoje, quinta-feira (02), libera atividades da cadeia produtiva do setor, bem como às atividades vinculadas à construção civil, prestada por profissionais liberais ou autônomos, que integra a construção de edifícios, obras de infraestrutura e serviços especializados para construção.

      Os estabelecimentos comerciais de materiais de construção, ferragens, ferramentas, material elétrico, cimento, tintas, vernizes e materiais para pintura, mármores, granitos e pedras de revestimento, vidros, espelhos e vitrais, madeira e artefatos, materiais hidráulicos, cal, areia, pedra britada, tijolos e telhas, também podem voltar a funcionar. Além disso, corretores de imóveis estão inclusos na liberação, desde que o atendimento seja individual, por agendamento e em local arejado e ventilado.

      Segundo o governador Carlos Moisés, tendo em vista a retomada das obras públicas no ínicio da semana, a decisão busca igualar o tratamento ao setor de construção civil. No entanto, o governador informa que as empresas precisam respeitar as normas de distanciamento social e liberar trabalhadores dos grupos de risco. “As empresas precisarão respeitar as normas estabelecidas pelo Governo do Estado. A retomada gradativa das atividades precisa ocorrer de forma segura e as reuniões do Núcleo Econômico nos levam a ter mais estabilidade na tomada das decisões”, esclarece.

       Em Chapecó, como exemplo, as obras do
 Elevado da Atílio Fontana já retornaram, ainda no dia 31 de março, já outras construções como o Centro de Educação Infantil Municipal New Vilas, no bairro Efapi, retornaram na quarta-feira (01). 

 

 

 

Foto: Foto: James Tavares / Arquivo / Secom
Texto: Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá



  • Cleiton Fossá | Vereador -

Veja também

Projeto de Lei cria o Fundo Municipal da Mobilidade Urbana 06/05/19         Pensando em todos os cidadãos de Chapecó, encaminhei o projeto de lei que determina a criação do Fundo Municipal da Mobilidade Urbana e da Modicidade da Tarifa de transporte público coletivo municipal.         O presente Projeto de Lei tem como objetivo fomentar a utilização do transporte coletivo público e o......
Ampliação do Auxílio Emergencial é aprovado pelo Senado23/04/20       Nesta quarta-feira (22) o Senado aprovou o projeto que inclui novos grupos para receber o auxílio emergencial e altera alguns requisitos. Agora o texto segue para a sanção presidencial.      ......
Comissionados custam um “Elevado da Sadia” por ano10/08/18 Chapecó – A prefeitura de Chapecó assinou no dia 8 de agosto financiamento de R$ 15 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para a construção do “Elevado da Sadia”, no entroncamento das......

Voltar para NOTÍCIAS