Postado em 26 de Novembro de 2015 às 17h25

Vagas em escolas geram reclamações

Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Creche (5)Vereador (224)
Chapecó - O vereador Cleiton Fossá recebeu nos últimos dias diversas queixas a respeito das rematrículas nos Centros de Educação Infantil Municipal (CEIMs) e nas Escolas Básicas Municipais (EBMs) de Chapecó. As informações dos pais é de que muitos estudantes da rede municipal de ensino público não conseguiram rematrícula na mesma escola ou creche ou no mesmo turno que frequentavam. Fossá explica que as rematrículas se dariam por ordem de chegada em dias específicos, designando um único dia para matrícula de cada série. Porém, mesmo indo no dia marcado para a rematrícula, de acordo com relato dos pais, os alunos não obtiveram vaga no turno em que até então estudavam ou mesmo no próprio colégio, sob o argumento de que a concessão de vaga dependeria da 'ordem de chegada'. Com base nisso, Fossá apresentou requerimento solicitando a relação de turmas por escola e CEIM, com os respectivos turnos e número de alunos existentes em cada uma das turmas e de todos os estabelecimento de ensino municipal de Chapecó relativo ao segundo semestre de 2015 e as mesmas informações sobre as rematrículas para o ano letivo de 2016. O objetivo era fazer a comparação. O requerimento acabou rejeitado por 10 votos a 9. Agora, Fossá enviará as perguntas diretamente à Secretaria de Educação, com base no direito de acesso à informação. Se a Pasta da Educação não encaminhar as respostas, o vereador ingressará na justiça. 'Vaga na educação é direito das crianças e adolescentes e não deve ser utilizada como moeda de troca de voto no período eleitoral', finaliza Fossá.

Veja também

Fossá quer analisar recontratações da prefeitura14/08/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá solicitou explicações da administração municipal de Chapecó sobre a recontratação de comissionados para reassumir os cargos dos quais haviam sido exonerados anteriormente. Através de requerimento, o parlamentar pede que o governo apresente dados do ato de exoneração, feito em junho, e de todas as contratações feitas depois disso. Fossá diz que a justificativa dada à imprensa pelo......

Voltar para NOTÍCIAS