Postado em 31 de Maio de 2017 às 19h02

Após denúncia de Fossá, edital de iluminação pública é anulado em Chapecó

Chapecó – A prefeitura de Chapecó anulou, na tarde de terça-feira, dia 30, o edital de licitação para a troca das lâmpadas de iluminação pública em Chapecó, embora não tenha apresentado justificativa para a decisão. No dia 13 de maio de 2016, o vereador Cleiton Fossá foi à tribuna da Câmara denunciar que havia estudado o edital e constatado cláusulas que restringiam a livre concorrência, ou seja, que poderia haver direcionamento da licitação.

Na ocasião, Fossá havia declarado que a empresa Sadenco, de Florianópolis, é quem venceria o certame, pois o edital era idêntico ao de diversos municípios em Santa Catarina onde esta empresa havia vencido. A proposta vencedora, de R$ 8,9 milhões, também levantou indícios de que poderia ter superfaturamento. Três empresas que participaram do processo buscaram impugnar o certame, embora seus recursos foram indeferidos pelo poder público municipal.

Logo após, o Observatório Social de Chapecó apresentou dados de que o serviço poderia ser realizado por R$ 6 milhões, quase R$ 3 milhões a menos, o que corroborou as denúncias feitas pelo vereador no Poder Legislativo. Fossá lembra que esta é mais uma licitação que apresenta problemas em Chapecó. 'Já ocorreu com a Efapi 2013, com o transporte coletivo e com a merenda escolar, só para citar alguns exemplos. Seguiremos fiscalizando', finaliza ele.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Doença não marca hora e paracetamol não cura tudo!02/08/18 Chapecó – O Conselho Federal de Medicina publicou, em janeiro de 2018, que no Brasil há cerca de 904 mil procedimentos na fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS). Além da demora seja para marcar uma consulta, o caos ainda predomina quando o assunto é o acesso a medicamentos. Remédios básicos adquiridos para dor muscular, gripe ou alergia nem sempre......

Voltar para NOTÍCIAS