Postado em 18 de Maio de 2015 às 20h49

Câmara discutirá posto da Celesc e da Casan na Efapi

Câmara (84)Casan (7)Celesc (3)Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Efapi (9)Vereador (224)
Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou, na tarde de segunda-feira (18), a realização de uma audiência pública no bairro Efapi para discutir a implantação de um posto de atendimento da Celesc e outro da Casan na região da Grande Efapi. Conforme o autor da proposta, vereador Cleiton Fossá, a reunião considera a necessidade e o interesse da comunidade, bem como, o direito dos consumidores em ter acesso facilitado às prestadoras de serviços públicos. Fossá salienta que a Grande Efapi possui aproximadamente 70 mil habitantes, porém, carece ainda de diversos serviços públicos. Segundo o vereador, a instalação de postos da Celesc e da Casan no bairro facilitaria muito a vida dos moradores, que não precisariam se deslocar até o centro de Chapecó quando necessitarem dos serviços destas duas estatais. 'É direito básico dos consumidores o acesso a um serviço público eficaz e adequado, por isso, apresentei a proposta', ressalta. Serão convidados para participarem da audiência pública, o prefeito de Chapecó, José Caramori; o gerente regional da Celesc, Aderbal Pedroso da Silva, e o superintendente regional da Casan, Écio Bordignon, além de lideranças comunitárias e moradores em geral. A data, horário e local serão definidos nos próximos dias pelo legislativo. 'Vamos discutir com a sociedade a implantação de postos da Celesc e Casan na Efapi. Precisamos avançar nesta questão', finaliza Fossá.

Veja também

Fossá volta a pedir padronização dos pontos de ônibus20/01/16 Chapecó - A Lei Municipal 5.669/2009, que trata sobre a padronização dos abrigos de passageiros do transporte coletivo de Chapecó, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2009. Mais de seis anos depois, entretanto, ela ainda não entrou em vigor. O motivo é que o cronograma para padronização dos pontos de ônibus deveria acontecer a partir de um decreto municipal, que ainda não foi publicado pelo poder......

Voltar para NOTÍCIAS