Postado em 20 de Novembro de 2013 às 17h46

Fossá busca mais informações sobre dívida do Simprevi

Simprevi (5)Preocupação (5)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - Após o vereador Cleiton Fossá denunciar na tribuna da Câmara, dia 8, que o déficit da prefeitura de Chapecó com o Sistema Municipal de Previdência de Chapecó (Simprevi) atinge R$ 139 milhões, o terceiro maior valor do Estado, conforme dados do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), Fossá agora buscará mais informações sobre esse assunto. O vereador agendou uma audiência no TCE/SC, em Florianópolis, dia 4 de dezembro, com o diretor de Controle dos Municípios, Kliwer Schmitt, que coordenou o estudo que apresentou a dívida. Fossá comenta que estava acompanhando a situação do Simprevi há algum tempo, principalmente após a administração municipal encaminhar à Câmara de Vereadores, em julho, o projeto de lei 138/13, que pedia o parcelamento de dívidas da prefeitura de R$ 13,8 milhões com a Receita Federal e a Fazenda Nacional, relativas aos anos de 2005 a 2008 e 2010, por 20 anos. 'A dívida parcelada e agora esses dados do TCE/SC comprovam que a administração municipal está deixando de pagar direitos trabalhistas e se apropriando da contribuição previdenciária dos servidores'. Preocupação Conforme Fossá, a dívida constatada pelo TCE/SC no Simprevi de Chapecó compromete as futuras gestões públicas. 'E mais grave que deixar a dívidas para os futuros prefeitos, é penalizar os servidores públicos, que quando se aposentarem podem não receber os valores que teriam direito, já que o fundo não terá recursos para pagar', explica. O TCE/SC apontou que 24 dos 69 Regimes Próprios de Previdência Social (RPPSs) de municípios do Estado são deficitários e que, em conjunto, apresentavam déficit de R$ 1,1 bilhão. Lages, com R$ 267 milhões, lidera a lista.

Veja também

Cleiton Fossá alerta para retorno de comissionados exonerados23/07/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá recebeu diversas denúncias de que muitos comissionados exonerados no início de julho seguem trabalhando nas repartições públicas aguardando suas respectivas recontratações já no mês de agosto e/ou setembro. Ainda, as denúncias detalham que a recontratação dos comissionados exonerados será com salários maiores do que recebiam antes. Conforme Fossá, se o fato for confirmado, a......
CPI do Asfalto é prorrogada18/12/13 Chapecó - Em reunião na tarde de hoje (18), os vereadores membros da CPI do Asfalto decidiram, de modo consensual, prorrogar os trabalhos da Comissão por mais 60 dias. Assim, as investigações se estenderão até 22 de fevereiro. O presidente Itamar Agnoletto, o......

Voltar para NOTÍCIAS