Postado em 12 de Maio de 2015 às 13h10

Fossá quer solução para problemas na saúde

Câmara (84)Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Discussão (4)Problemas (10)Saúde (13)Vereador (224)
Chapecó - O vereador Cleiton Fossá visitou várias unidades de saúde de Chapecó e ouviu da população que usa o Sistema Único de Saúde (SUS) relato de problemas no atendimento. Os pacientes apontaram problemas como falta de fichas para atendimento médico, demora na realização de exames especializados e de consultas com especialidades médicas, falta de medicamentos e de médicos e ausência de profissionais nas unidades. Nas visitas, além das conversas com os pacientes, foram gravados depoimentos dos cidadãos. 'Estamos analisando este material coletado e com isso pretendemos solicitar informações ao executivo municipal e fazer um debate franco, honesto e aberto com a comunidade propondo alternativas para mudar essa realidade da saúde pública de Chapecó', afirma. Fossá vai encaminhar propostas à Secretaria de Saúde buscando melhorias. Fossá argumenta que o objetivo não é atacar a administração municipal, porém, mostrar a realidade e convocar os poderes do município, para juntos, buscar uma solução. 'Não podemos concordar com essa realidade. Precisamos buscar alternativas', diz o vereador. Dentre as unidades de saúde, foram visitadas: Setor Norte (Postão), Santo Antônio, Quedas do Palmital, Universitário, Seminário, Efapi, Vila Real, São Pedro e Santa Maria. Proposta Uma proposta de Fossá, que tramita na Câmara de Vereadores através de projeto de lei, é que obriga a divulgação da listagem de pacientes que aguardam por consultas com especialistas, exames e cirurgias na rede pública de Chapecó. O vereador salienta que o paciente saberia seu lugar na fila, assim, essa medida evitaria qualquer tipo de ingerência na fila dos pacientes, ou seja, dificultaria que determinados pacientes possam 'furar a fila'.

Veja também

Cleiton Fossá alerta para retorno de comissionados exonerados23/07/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá recebeu diversas denúncias de que muitos comissionados exonerados no início de julho seguem trabalhando nas repartições públicas aguardando suas respectivas recontratações já no mês de agosto e/ou setembro. Ainda, as denúncias detalham que a recontratação dos comissionados exonerados será com salários maiores do que recebiam antes. Conforme Fossá, se o fato for confirmado, a......

Voltar para NOTÍCIAS