Postado em 14 de Junho de 2018 às 17h07

Cleiton Fossá discute sobre Mobilidade Urbana e Pavimentação

Cleiton Fossá Chapecó – Nesta quarta-feira, dia 13, o vereador Cleiton Fossá fez uma transmissão ao vivo, por meio das redes sociais, para discutir sobre mobilidade urbana e pavimentação. A live foi...

Chapecó – Nesta quarta-feira, dia 13, o vereador Cleiton Fossá fez uma transmissão ao vivo, por meio das redes sociais, para discutir sobre mobilidade urbana e pavimentação. A live foi realizada na Leopoldo Sander, esquina com a Atílio Fontana. Esta região apresenta movimento intenso, principalmente próximo às 8 horas, meio dia e no fim da tarde, entre as 18h e 19h30, devido a locomoção de estudantes para a universidade, dos moradores dos bairros próximos, que na sua maioria trabalham em horário comercial e além disto, caminhoneiros.

Com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana de Chapecó, o Laboratório de Transporte e Logística (Labtrans) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), desenvolveu um diagnóstico para apontar as principais necessidades da capital do Oeste Catarinense. A análise foi realizada com base da situação do transporte público, rotas de carga, estacionamento e também transportes não motorizados, como pedestres e ciclistas. A partir disto, foram criadas propostas que pudessem qualificar o tráfego de veículos e pedestres.

Assim sendo, o Plano de Mobilidade Urbana foi aprovado em março de 2016, mas já passaram dois anos e nenhuma das propostas foram aplicadas. “Chegamos nesta crise de mobilidade porque o orçamento público municipal vem sendo destinado para pagar dívidas de governos incompetentes, um problema que vivemos há mais de uma década. A dívida pública em Chapecó está em R$ 45 milhões, temos um governo municipal publicitário, não estamos numa situação boa”, salienta Fossá.

A Leopoldo Sander é apenas uma entre as ruas que precisam de manutenção no município. Os moradores já manifestaram, por meio de entrevistas para veículos de comunicação, o descontentamento pela falta de segurança na avenida. Também conversaram com o mandato, preocupados principalmente com a segurança das crianças que precisam atravessar a Leopoldo para ir e voltar da escola. Sem sinalização, pais e filhos com frequência atravessam correndo.

Mesmo na esquina da Leopoldo com a rua Corrêa Pinto, onde há uma botoeira, o risco existe, já que muitos motoristas dirigem em alta velocidade por falta de lombadas físicas e eletrônicas, de acordo com os moradores. “Foram arrancadas todas as lombadas, agora demoramos pra atravessar. Precisamos esperar porque tem muito carro, não temos ciclovia, não tem um local para o pedestre andar e as faixas estão apagadas”, afirma a moradora Terezinha Zimmer.

Segundo Fossá, o município está preocupado em manter cargos comissionados, as despesas do quadro exagerado ultrapassam a casa de R$ 15 milhões por ano. “Parte deste orçamento poderia ser destinado para a mobilidade urbana e assim tornar efetivo as ciclovias e sinalizações do nosso município. Em relação ao transporte coletivo, o plano prevê a possibilidade de subsídio, ou seja, verba pública para custear a tarifa do transporte. Precisamos garantir um transporte público viável e seguro”, conclui o vereador. O mandato ficará atento para fiscalizar e encontrar alternativas para tornar eficiente a política de mobilidade urbana.

 

Alessandra Favretto, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

  • Cleiton Fossá -

Veja também

Maio Amarelo: Bebida Alcoólica vs. Trânsito04/05/18 Chapecó – Os portões pareciam rampas entre o muro e o chão. Os vidros estilhaçados e as cadeiras verdes jogadas e tortas já indicavam que algo tinha acontecido naquele local. O quadro azul na parede cheio de desenhos, as bonecas e carrinhos distribuídos por toda a sala e os cadernos debaixo dos pneus apontavam que aquele ambiente era frequentado por......
Vereadores de Chapecó rejeitam pedidos de informações17/10/17 Chapecó - A base governista rejeitou requerimentos do vereador Cleiton Fossá que solicitavam informações sobre diversas áreas. Na discussão em tribuna, Fossá ressaltou que os dados pedidos não constam no Portal da Transparência da prefeitura, por isso, a......

Voltar para NOTÍCIAS