Postado em 10 de Novembro de 2017 às 17h24

Cleiton Fossá pede mais segurança no Terminal Urbano

Chapecó - A aprovação do projeto de lei que proíbe a comercialização de bebidas alcoólicas por estabelecimentos comerciais localizados junto ao Terminal Urbano de Chapecó não resolverá o principal problema do local, que é a segurança. Esta é a opinião do vereador Cleiton Fossá que, pensando nisso, lançou um movimento pela reestruturação completa do espaço. 'Só proibir a venda de bebidas não resolverá o problema do Terminal Urbano de Chapecó', resume. Com uma circulação média por dia de 50 mil pessoas, Fossá defende que o local tenha maior atenção do poder público, com a adoção de uma série de medidas. Entre elas, a instalação de câmeras de monitoramento, a presença permanente da Guarda Municipal, que a Polícia Militar realize rondas regulares, que o resgate social atue efetivamente no acolhimento de pessoas que moram no Terminal e ainda que haja firme combate ao uso/tráfico de drogas e da prostituição. Para Fossá, o poder executivo, ao apresentar projeto proibindo a venda de bebidas alcoólicas, não atua no sentido de enfrentar o real problema do Terminal. 'A lei não veda que qualquer pessoa compre bebida do outro lado da rua e vá consumir no local, ou seja, a medida apenas penaliza os comerciantes que atuam ali'. O vereador ressalta que o problema é social e que precisa ser pensado globalmente. 'O Terminal precisa ser reestruturado e passar a ter mais segurança', finaliza.

Veja também

ONG trabalha no combate ao suicídio23/09/14 Chapecó - O coordenador do Centro de Valorização da Vida (CVV) em Santa Catarina, João Régis da Silva, participou da sessão da Câmara de Vereadores de Chapecó na manhã desta terça-feira (23). Ele atendeu convite através do requerimento 238/14, do vereador Cleiton Fossá, que atualmente está licenciado, e fez uma apresentação da entidade. A coordenadora em Chapecó, Rosangela Fernandes de Oliveira, também esteve......

Voltar para NOTÍCIAS