Postado em 17 de Agosto de 2017 às 17h17

Fossá busca solução para o Aeroporto de Chapecó

Brasília/DF - Verificar o andamento de procedimento de viabilidade financeira para transferir a administração do aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, para a Infraero. Este foi o principal objetivo da agenda do vereador Cleiton Fossá em Brasília, na manhã desta quinta-feira, em reunião com o diretor de Aeroportos, Weber Ciloni; diretor de Gestão e Navegação Aérea, João Marcio Jordão; diretor jurídico e de Assuntos Regulatórios, Eduardo Roberto Stuckert Neto; e com participação de Dionei Walter da Silva, assessor do deputado federal Mauro Mariani. O aeroporto de Chapecó é essencial para o fomento da economia, não apenas local, mas interestadual, por ser referência não só para a região oeste de Santa Catarina, como também para diversos municípios limítrofes dos estados do Paraná e Rio Grande do Sul. O local possui demanda reprimida, de acordo com os diretores da Infraero, com movimento crescente igual ao aeroporto de Joinville. 'Precisamos ser mais eficientes, pois o aeroporto de Chapecó é estratégico para o desenvolvimento da cidade e de toda região', comentou o vereador Fossá. Há anos o aeroporto vem sendo objeto de muitos discursos e pouca ação prática. O vereador buscou a Infraero para identificar se há existência de estudos e/ou procedimentos que permitam analisar as vantagens ou desvantagens em passar a administração do aeroporto para o órgão. A resposta obtida é que o procedimento protocolado na Infraero é de 2015 e atualmente está suspenso, necessitando de nova provocação institucional para atualizar os dados técnicos. Ainda, que há necessidade de melhorias urgentes na infraestrutura para o atendimento satisfatório da legislação de aviação. Dentre cenários possíveis, existe a possibilidade de contratação direta da Infraero para administrar o aeroporto ou a devolução desta obrigação, e do aeroporto, para a responsabilidade da União, que poderia contratar a Infraero ou licitar. Conforme dados da empresa, experiências demonstram que a transferência da administração do aeroporto melhora a qualidade e expansão do serviço, já que municípios muitas vezes não detém possibilidade ou capacidade técnica e financeira para administrar diretamente ou até mesmo fiscalizar os serviços delegados ou concedidos. Fossá salienta que buscará informações junto à prefeitura de Chapecó, para verificar se há decisão politica sobre o aeroporto, bem como, provocar de forma institucional a Infraero para que atualize os estudos de viabilidade técnica e financeira do aeroporto Serafim Enoss Bertaso. 'O aeroporto de Chapecó deve estar a altura dos 100 anos de Chapecó. Por sua importância econômica, é importante que o local seja ampliado e administrado de maneira a receber investimentos e melhorias em sua infraestrutura. Não só Chapecó, mas toda uma região vão ganhar', finaliza Fossá.

Veja também

Fossá articula reabertura da Delegacia da Efapi10/02/17 Chapecó - Com uma população superior a 200 mil habitantes, Chapecó conta apenas com duas Delegacias de Polícia. Havia uma terceira, fechada em 2014 por falta de efetivo. O aumento da criminalidade no município, entretanto, fez com que o vereador Cleiton Fossá articule a reabertura da 3ª DP, localizada no bairro Efapi. Em agenda em Florianópolis, na semana passada, Fossá se reuniu com Artur Nitz, delegado-geral de......
Reunião debate regularização na linha Vitório Rosa24/10/17 Chapecó – Na noite de segunda-feira (23), o poder legislativo de Chapecó promoveu reunião de trabalho com o intuito de debater a regularização do loteamento Tedesco, localizado na linha Vitório Rosa.......

Voltar para NOTÍCIAS