Postado em 11 de Fevereiro de 2016 às 18h22

Fossá comenta preços abusivos das taxas de Lixo e Cosip

Chapecó - Muitos chapecoenses sendo surpreendidos com os valores elevados do IPTU, especialmente devido aos abusivos aumentos das taxas de Custeio da Iluminação Pública (Cosip) e de Coleta de Resíduos (TCR), ambos aprovados pela base do governo Caramori/Buligon em 2013. Logo que os projetos deram entrada na Câmara de Vereadores, em setembro de 2013 (no afogadilho para ser aprovado e passar a valer já em 2014), me manifestei sobre a falta de informações a respeito destes dois projetos - 182/13 e 183/13. (http://goo.gl/KxWCmX) Após a manifestação de algumas entidades, propus a realização de uma audiência pública envolvendo as entidades e a comunidade para esclarecer as mudanças na cobrança das taxas, porém, a proposta acabou rejeitada pelos vereadores governistas. (http://goo.gl/ZNNBsR) Com a certeza de que a mudança no fato gerador acabaria em grande taxação à população, votei CONTRA os projetos. Em janeiro de 2014, quando o IPTU teve acréscimos de até 1.000%, eu e os vereadores de oposição buscamos o Ministério Público. (http://goo.gl/w26MhJ) O governo Caramori/Buligon falou em 'justiça tributária', mas a verdade é que reajustaram impostos municipais para encobrir a má administração, que resultou em um aumento infundado e nada razoável de tributos, na tentativa desesperada de saldar dívidas dos últimos anos. Com um orçamento de R$ 750 milhões, Chapecó não tem obra com recurso próprio em andamento. Caramori e Buligon aumentaram imposto para bancar a farra dos comissionados, além de tentar tapar a dívida pública, que se aproxima de R$ 100 milhões. (http://goo.gl/xUXxgm)

Veja também

Cleiton Fossá quer melhorias nos serviços públicos para os trabalhadores03/05/18 Chapecó – Utilizando as redes sociais, o vereador Cleiton Fossá fez uma transmissão ao vivo para trazer à tona o perfil do trabalhador chapecoense e as conexões com os serviços públicos oferecidos aos cidadãos. Conforme dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Chapecó tinha, no final de 2016, 76.324 mil postos de trabalho, sendo a......
A Câmara perdeu a oportunidade de ter uma pauta própria17/12/18 Chapecó – Foi realizada na sexta-feira, dia 14, última sessão legislativa de 2018, a eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Chapecó para o biênio 2019/2020. Duas chapas se inscreveram, sendo a......

Voltar para NOTÍCIAS