Postado em 06 de Setembro de 2013 às 17h26

Fossá critica gastos com publicidade

Publicidade (3)Gastos (3)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - Após a cassação do prefeito de Chapecó, José Caramori, por exceder o limite permitido durante ano eleitoral com gastos com publicidade, o vereador Cleiton Fossá lembra que em maio apresentou na Câmara de Vereadores requerimento pedindo informações sobre o edital para contratação de empresa especializada em prestação de serviço de publicidade e propaganda, mas o pedido foi rejeitado pelos vereadores da base do governo Caramori. Na opinião de Fossá, a recusa em fornecer as informações demonstra que o executivo municipal não dá transparência ao processo. Ainda, diz que a publicidade deve ser institucional, com o intuito de prestar informações sobre os atos da prefeitura, e não com o objetivo de fazer propaganda pessoal, como recentemente a bancada de oposição denunciou Caramori, João Rodrigues e secretários municipais por promoção pessoal, ao utilizarem indevidamente a página oficial da Efapi 2013. Valores Nos primeiros seis meses de 2012, a prefeitura de Chapecó gastou R$ 5.421.092,24, ou seja, aproximadamente R$ 900 mil por mês. Fossá diz que segundo o processo seletivo para contratação de médico para Chapecó, de abril, o vencimento de um médico especialista de 20 horas é de R$ 4 mil, e um exame de ressonância magnética custa, em média, R$ 500. 'Ou seja, daria para contratar 225 médicos ou realizar 1.806 exames de ressonância por mês', comenta. 'A cassação cabe recurso, pode mudar a decisão, mas os mais de R$ 5 milhões do povo gastos em publicidade não voltam', finaliza Fossá.

Veja também

Encontro debaterá sistema de numeração em Chapecó28/10/13 Chapecó - Discutir o sistema de numeração das residências em Chapecó e a entrega de correspondências e mercadorias. Esse é o objetivo da reunião de trabalho que será realizada nesta quarta-feira (30), a partir das 14h, no plenário da Câmara de Vereadores de Chapecó. Propositor do encontro, o vereador Cleiton Fossá comenta que o marco referencial de numeração do município é de 1984 (Lei nº 2.568) e que, por isso, não......
Fossá volta a pedir padronização dos pontos de ônibus20/01/16 Chapecó - A Lei Municipal 5.669/2009, que trata sobre a padronização dos abrigos de passageiros do transporte coletivo de Chapecó, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2009. Mais de seis anos depois, entretanto, ela ainda não entrou em vigor.......

Voltar para NOTÍCIAS