Postado em 25 de Abril de 2018 às 10h44

Governador lança em Chapecó campanha educativa

Cleiton Fossá | Vereador Texto: Rafael Vieira de Araújo / Foto: Jaqueline Noceti – Assessoria de Comunicação Governo do Estado Chapecó – Para motivar toda a sociedade a tomar atitudes positivas que...

Texto: Rafael Vieira de Araújo / Foto: Jaqueline Noceti – Assessoria de Comunicação Governo do Estado

Chapecó – Para motivar toda a sociedade a tomar atitudes positivas que visem o bem-estar coletivo é que a campanha “Jeito Catarinense – Jeito certo de fazer as coisas” foi lançada na tarde desta segunda-feira, 24, em Chapecó, com a presença do governador Eduardo Pinho Moreira e do secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps. A campanha foi criada pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação.

“Por meio das nossas crianças podemos formar bons adultos e sempre com bons costumes. Temos que dar essa condição de ensinar e de fazer da maneira mais correta, exercendo a cidadania como ela deve ser”, disse o governador.

Cartão vermelho

Estarão envolvidos quase 120 mil alunos de 6 a 12 anos das 892 escolas da rede estadual de ensino. Cada um vai receber cartões vermelhos e verdes que serão usados para demonstrar indignação com ações negativas ou o reconhecimento para as ações positivas, indicando o jeito certo de fazer as coisas.

Também serão distribuídas 10 mil cartilhas às escolas, com um conteúdo que foi analisado e aprovado por pedagogos e educadores catarinenses, com o apoio da Secretaria de Estado da Educação. No documento são apresentados alguns exemplos do jeito correto de tratar as pessoas, de tratar a natureza, de andar no trânsito e de cuidar da saúde.

“Precisamos buscar o espírito público coletivo de convívio social e para isso entender que a gente tem o certo e errado para as coisas. As crianças nos ajudam no sentido de reconhecer o certo, com o cartão verde, com elogios e parabéns, e constranger o errado, porque ninguém quer ser apontado”, contou o presidente da Acaert, Marcello Corrêa Petrelli.

Origem da campanha

A inspiração da campanha veio de uma iniciativa da Prefeitura de Bogotá, na Colômbia, que conseguiu reverter com essa e outras ações o índice de violência e desequilíbrio social, tornando-se hoje referência para o mundo. A Acaert escolheu lançar em Chapecó por causa dessa ligação com o povo colombiano a partir da tragédia com o voo do time de futebol da Chapecoense.

Para o secretário de Estado da Educação, o projeto ajuda a desenvolver a cidadania da criança, dos estudantes e a desenvolver uma sociedade mais justa e mais solidária.

Veja também

Prefeitura não é local para parente de vereador09/07/18 Chapecó – O Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Basta! Temos que mudar – Cargo público é pra gente competente, não parente”, defendido pelo mandato do vereador Cleiton Fossá, trouxe à discussão a nomeação de parentes diretos de vereadores em cargos comissionados na prefeitura de Chapecó. A prática, conhecida como......
Comissionados custam um “Elevado da Sadia” por ano10/08/18 Chapecó – A prefeitura de Chapecó assinou no dia 8 de agosto financiamento de R$ 15 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para a construção do “Elevado da Sadia”, no entroncamento das......
Quatro horas na escola, quatro horas no transporte08/08/18 Chapecó – O mandato do vereador Cleiton Fossá foi até o distrito Alto da Serra para fiscalizar uma demanda recebida por meio do Gabinete Virtual. A Elaine Cuppini acompanhou a live que Fossá realizou na Escola Básica......

Voltar para NOTÍCIAS