Postado em 02 de Junho de 2020 às 16h09

Preocupado com a aglomeração nos postos de Saúde, Fossá questiona a Prefeitura de Chapecó sobre as medidas preventivas adotadas

Cleiton Fossá | Vereador Relatos fortes chegaram até Cleiton Fossá sobre a aglomeração de pessoas na Unidade de Saúde, CSF Alta Floresta, na região do bairro Efapi. Segundo os moradores, uma...

Relatos fortes chegaram até Cleiton Fossá sobre a aglomeração de pessoas na Unidade de Saúde, CSF Alta Floresta, na região do bairro Efapi.

Segundo os moradores, uma quantidade expressiva de pacientes alguns inclusive idosos, integrantes do grupo de risco, passaram a manhã desta segunda-feira,1, aglomerados na Unidade de Saúde aguardando pelos testes de Covid-19, sem qualquer isolamento ou separação.

Em vista da situação enfrentada, Fossá, protocolou o Requerimento 15/2020, solicitando esclarecimentos a Secretaria Municipal de Saúde, sobre o protocolo, ou orientações para atendimentos de pacientes suspeitos de infecção por Covid-19, realizados nos ambulatórios de campanha e demais espaços de saúde.

Fossá, questiona também, sobre a existência de fiscalização sobre eventuais aglomerações que possam acontecer nas unidades. A exemplo desta situação já citada.

Segundo a coordenadora da Unidade de Saúde CSF Alta Floresta, os testes deveriam chegar na Unidade logo no início da manhã, para evitar justamente a aglomeração de pessoas. Contudo, eles chegaram por volta das 10h00min da manhã. Essa situação atrasou a realização de exames e contribuiu para a aglomeração.

Mesmo com essa resposta, Fossá avalia que é nesse descuido que reside o perigo. Em vista do alto índice de proliferação e infecção da doença.

“Me preocupo muito com o trabalhador e trabalhadora que já está sofrendo a pressão da possibilidade de estar infectado e vai até uma Unidade de Saúde e é tratado com descaso.”
, salienta.

O vereador completa a sua fala, apontando que, se confirmados os relatos dos cidadãos, isso configura-se como uma enorme irresponsabilidade por parte da administração municipal de expor pessoas e deixá-las suscetíveis ao vírus.

“Aos pacientes que testaram negativo neste momento, mas que entraram em contato com o vírus nessa possível aglomeração, como que fica? O trabalhador não pode arcar com a má gestão e organização”, conclui.

O Ministério da Saúde, orienta que a distância mínima as pessoas, deve ser de, no minimo 1,5 metros de distância. O uso de máscara é essencial, assim como do álcool 70%.

 

Fique por dentro da atuação do Vereador Cleiton Fossá pelo WhatsApp, ou através das redes sociais: Facebook e Instagram.


Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá

  • Cleiton Fossá | Vereador -

Veja também

Falta de medicamentos: E agora, o que fazer?22/05/18 Chapecó – A falta de medicamentos na rede municipal de saúde de Chapecó é recorrente e preocupa o vereador Cleiton Fossá. O mandato tem recebido reclamações constantes de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) a respeito de ausência de uma série de medicamentos. Cerca de 300 mil pessoas são cadastradas na rede......
Resposta sobre pedido de cassação de Cleidenara Weirich06/10/17 Chapecó ' Em nota intitulada 'Risco de oportunismo no caso Cleidenara', publicada na coluna do Marcelo Lula, jornal Sul Brasil, e comentário do mesmo jornalista no programa Bastidores, na rádio Super Condá, na qual sou diretamente citado, é......

Voltar para NOTÍCIAS