Postado em 26 de Novembro de 2018 às 10h15

Reunião debaterá ligação de luz e água em Chapecó

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Uma decisão judicial está impedindo, desde o mês de setembro, que a Celesc realize novas ligações ou religações de energia elétrica em...

Chapecó – Uma decisão judicial está impedindo, desde o mês de setembro, que a Celesc realize novas ligações ou religações de energia elétrica em unidades consumidoras sem habite-se ou alvará de construção, nas áreas urbana e rural de Chapecó. A situação fez com que o vereador Cleiton Fossá apresentasse um requerimento, que foi aprovado por unanimidade, para discutir o assunto, junto com a Casan, que já não realizava ligações sem habite-se ou alvará de construção.

Para Cleiton Fossá, a “Casa do Povo” precisa assumir a responsabilidade de debater o assunto e buscar uma solução para o problema, que atinge milhares de pessoas em Chapecó. Para a reunião, que será agendada, serão convidados representantes da prefeitura, da Promotoria de Justiça, da Defensoria Pública, além dos chefes das Agências Regionais da Celesc e da Casan. “É um assunto de interesse coletivo, precisamos encontrar uma saída para a questão”, diz Fossá.

O vereador salienta que o fornecimento de água e luz são serviços de interesse público e que, em pleno Século XXI, não se pode aceitar mais pessoas precisando buscar água com balde ou vivendo sem luz. Cleiton Fossá ressalta que a discussão, neste momento, não engloba áreas ocupadas, mas sim locais onde o cidadão, por alguma razão, não possui habite-se ou alvará, porém existe rede de água e luz no local. “Precisamos agir para dar mais dignidade às pessoas”, comenta ele.

A proibição

Em 30 de agosto, o Ministério Público (MP/SC) obteve antecipação de tutela na Ação Civil Pública (0900101-22.2017.8.24.0018) para “proibir a Celesc Distribuidora S.A. de fornecer energia elétrica nos municípios de Chapecó e Nova Itaberaba, sem prévia apresentação pelo solicitante, de alvará de construção ou de habite-se, bem como, quando se tratar de parcelamento de solo clandestino ou áreas de ocupação irregular, sob pena de multa de R$ 5 mil para cada ato de descumprimento”.

Lei de assistência

No último dia 21, os vereadores de Chapecó aprovaram o Projeto de Lei 208/18, que institui o Programa Municipal de Assistência Técnica Habitacional Pública e Gratuita em Chapecó, em consonância com a Lei Federal 11.888/2008. O tema foi levantado pelo vereador Cleiton Fossá em junho, com uma Reunião de Trabalho. A nova Lei visa garantir assistência na criação, execução, ampliação e regularização de residências para as famílias com renda de até três salários-mínimos.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Preocupado com a aglomeração nos postos de Saúde, Fossá questiona a Prefeitura de Chapecó sobre as medidas preventivas adotadas02/06/20 Relatos fortes chegaram até Cleiton Fossá sobre a aglomeração de pessoas na Unidade de Saúde, CSF Alta Floresta, na região do bairro Efapi. Segundo os moradores, uma quantidade expressiva de pacientes alguns inclusive idosos, integrantes do grupo de risco, passaram a manhã desta segunda-feira,1, aglomerados na Unidade de Saúde aguardando pelos testes de......
Cleiton Fossá avalia primeiro mandato21/12/16 Chapecó - Encerrando seu primeiro mandato de vereador em Chapecó, Cleiton Fossá realiza uma avaliação destes quatro anos e projeta ações que pretende desenvolver em seu novo mandato, já que foi reeleito em outubro passado. Nestes quatro anos, Fossá buscou......

Voltar para NOTÍCIAS