Postado em 28 de Março de 2019 às 09h59

Estradas do interior necessitam de atenção!

       Em Chapecó, mais de 3.900 famílias moram em área rural, cerca de 16 mil pessoas. A agricultura familiar é uma dentre as principais fontes de renda dos moradores do interior, também é considerada nas pesquisas realizadas pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que aponta que 80% da comida produzida no mundo todo vem das atividades da agricultura familiar. De acordo com o o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, os agricultores são responsáveis por cerca de 40% da economia do município, que envolve o processo agrícola, industrialização e produto até chegar ao consumidor.


     Considerando a importância de melhor qualidade de vida dos moradores interiorinos, o vereador Cleiton Fossá ressalta a relevância de realizar manutenções frequentes nas estradas do interior. "O mandato recebe inúmeras reclamações sobre as péssimas condições das estradas, tanto dos moradores -que necessitam de vias melhores para realizar atividades da agricultura, ou vir para a cidade para ter acesso a outros direitos básicos, como educação e saúde-, quanto de empresários que realizam negócios com agricultores. É essencial manter a manutenção contínua das estradas", diz.


       O Rafael Antunes, morador da Linha Campinas, conta suas dificuldades para transitar na estrada. "A situação é precária, já estraguei diversas vezes o meu carro, parece que somos esquecidos", afirma. Já a Ivanete Angoleri, da Linha Palmital dos Fundos, relata outro problema que interfere também no acesso a educação de crianças, "Os ônibus que levam as crianças para a escola tem dificuldade para transitar quando chove. A manutenção é rara, e quando é feita não é realizada em todas as estradas, apenas onde o ônibus passa", frisa.


        O município de Chapecó tem cerca de 1.420 quilômetros de estradas do interior, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Valdir Crestani. Uma das maiores responsáveis das modificações das estradas do interior é a chuva. A falta dela resulta nas rachaduras e buracos nas vias, já o excesso de chuva deixa as estradas lamacentas e os atoleiros se tornam armadilhas para os cidadãos.


     Tunápolis, Santa Catarina, é um exemplo de qualidade quando o assunto diz respeito as estradas do interior. O município, de aproximadamente cinco mil habitantes, investe para garantir boa qualidade de vida e estradas acessíveis. Para assegurar a boa manutenção, o município adotou um padrão para as estradas do interior: oito metros de largura e inclinação de 15° para escoar a água da chuva. Perceberam também a necessidade capacitar funcionários e chefe de obras, principalmente para a retirada das pedras irregulares. "O Executivo de Chapecó poderia procurar exemplos de municípios que mantém as estradas com a manutenção devida, e aplicar no nosso municípios para garantir melhores condições aos moradores do interior", conclui Fossá.

Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá.

Veja também

Chapecó possui sexto PIB de Santa Catarina e conta com mais de 11 mil MEIs registradas no município15/09/20        Com base em estimativas do IBGE, Chapecó possui 220.367 habitantes e 149 mil eleitores, o que coloca o município em quinto lugar como mais populoso de Santa Catarina e também como quinto maior colégio eleitoral do estado. O Produto Interno Bruto (PIB) referente à 2017 é de R$ 8,9 bilhões, o sexto em classificação......
Saúde é o nosso bem mais precioso07/04/20        Desde o início de janeiro, o mundo todo tem acompanhado com espanto a um fenômeno chamado coronavírus. A pauta saúde nunca esteve tanto em alta, como agora. O veículos de comunicação......
Posto de Saúde do Esplanada ainda não está pronto19/06/20 Nos últimos dias do mês de julho de 2014, às obras do Posto de Saúde do Esplanada iniciaram. Um investimento de milhões de reais que beneficiaria milhares de pessoas de Chapecó e Região. Contudo, nestes......

Voltar para NOTÍCIAS