Postado em 16 de Novembro de 2018 às 14h41

Lei orçamentária não prevê recursos para obras

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – A Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano já está tramitando na Câmara de Vereadores de Chapecó. Para 2019, a previsão é de um...

Chapecó – A Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano já está tramitando na Câmara de Vereadores de Chapecó. Para 2019, a previsão é de um orçamento público de R$ 1.032 bilhão, sendo que os três maiores orçamentos são a Saúde, com R$ 274,7 milhões; a Educação, que terá R$ 206,1 milhões; e a Secretaria de Infraestrutura Urbana, com previsão de R$ 134,8 milhões.

O vereador Cleiton Fossá comenta que depois destas áreas, a Secretaria de Defesa do Cidadão e Mobilidade Urbana é a pasta com maior orçamento, com R$ 76,2 milhões. Deste total, R$ 41 milhões são destinados para obras de infraestrutura de Mobilidade Urbana, R$ 35,1 milhões para investimentos na área da Segurança Pública e R$ 2,8 milhões para o setor de Defesa Civil.

Cleiton Fossá ressalta que a previsão de recursos na Mobilidade Urbana são muito importantes para tirar do papel o Plano de Mobilidade Urbana, aprovado ainda em 2015. Na área da Segurança Pública, o orçamento é destinado para a Guarda Municipal e Agentes de Trânsito, bem como, aos convênios firmados com a Polícia Militar, a Polícia Civil e com o Corpo de Bombeiros Militares.

Obras

Entretanto, o vereador insiste que é preciso buscar investimentos para consolidar obras importantes para a Mobilidade Urbana, como o Elevado da Sadia, e as ligações da BR-282 com a SC-480 (saída para o Rio Grande do Sul) e da BR-282 com a SC-283 (saída para Planalto Alegre). “É preciso que estas obras sejam construídas o quanto antes, pois vai melhorar muito a vida de todos nós”, diz.

Emendas

Cleiton Fossá apresentou quatro emendas na LOA. A primeira destina R$ 2 milhões para a Secretaria de Educação, para a implementação de mais vagas em regime integral nos CEIMs e horários alternativos para filhos de trabalhadores da agroindústria e do comércio. Outra emenda destina R$ 1,5 milhão para a Vigilância Sanitária, a fim de ser revertida à causa animal.

As outras duas emendas são na área da saúde. Uma delas é endereçada ao setor de Atenção Especializada, repassando R$ 2 milhões para agilização do atendimento e para melhorias físicas no Hospital da Criança. A outra emenda é para a Atenção Básica, destinando R$ 2 milhões para ampliar e dar maior rapidez às consultas de média complexidade e para os exames médicos.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

CPI do Asfalto: relatório paralelo é entregue ao MP24/04/14 Chapecó - Os vereadores do bloco de oposição em Chapecó protocolaram no início da noite desta quarta-feira (23), na 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó, o relatório produzido de forma paralela e documentação coletada durante a tramitação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Asfalto, que durou entre outubro de 2013 e março deste ano. A banca de oposição discorda do relatório oficial da CPI, que pediu o......
Fossá critica reajuste do transporte coletivo21/11/16 Chapecó - O reajuste do valor da tarifa do transporte coletivo, anunciado pela prefeitura de Chapecó na noite da última sexta-feira, pegou a população chapecoense de surpresa. O aumento foi de 11,62% para o valor antecipado no cartão e 12,07% na compra na......

Voltar para NOTÍCIAS