Postado em 16 de Novembro de 2018 às 14h41

Lei orçamentária não prevê recursos para obras

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – A Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano já está tramitando na Câmara de Vereadores de Chapecó. Para 2019, a previsão é de um...

Chapecó – A Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano já está tramitando na Câmara de Vereadores de Chapecó. Para 2019, a previsão é de um orçamento público de R$ 1.032 bilhão, sendo que os três maiores orçamentos são a Saúde, com R$ 274,7 milhões; a Educação, que terá R$ 206,1 milhões; e a Secretaria de Infraestrutura Urbana, com previsão de R$ 134,8 milhões.

O vereador Cleiton Fossá comenta que depois destas áreas, a Secretaria de Defesa do Cidadão e Mobilidade Urbana é a pasta com maior orçamento, com R$ 76,2 milhões. Deste total, R$ 41 milhões são destinados para obras de infraestrutura de Mobilidade Urbana, R$ 35,1 milhões para investimentos na área da Segurança Pública e R$ 2,8 milhões para o setor de Defesa Civil.

Cleiton Fossá ressalta que a previsão de recursos na Mobilidade Urbana são muito importantes para tirar do papel o Plano de Mobilidade Urbana, aprovado ainda em 2015. Na área da Segurança Pública, o orçamento é destinado para a Guarda Municipal e Agentes de Trânsito, bem como, aos convênios firmados com a Polícia Militar, a Polícia Civil e com o Corpo de Bombeiros Militares.

Obras

Entretanto, o vereador insiste que é preciso buscar investimentos para consolidar obras importantes para a Mobilidade Urbana, como o Elevado da Sadia, e as ligações da BR-282 com a SC-480 (saída para o Rio Grande do Sul) e da BR-282 com a SC-283 (saída para Planalto Alegre). “É preciso que estas obras sejam construídas o quanto antes, pois vai melhorar muito a vida de todos nós”, diz.

Emendas

Cleiton Fossá apresentou quatro emendas na LOA. A primeira destina R$ 2 milhões para a Secretaria de Educação, para a implementação de mais vagas em regime integral nos CEIMs e horários alternativos para filhos de trabalhadores da agroindústria e do comércio. Outra emenda destina R$ 1,5 milhão para a Vigilância Sanitária, a fim de ser revertida à causa animal.

As outras duas emendas são na área da saúde. Uma delas é endereçada ao setor de Atenção Especializada, repassando R$ 2 milhões para agilização do atendimento e para melhorias físicas no Hospital da Criança. A outra emenda é para a Atenção Básica, destinando R$ 2 milhões para ampliar e dar maior rapidez às consultas de média complexidade e para os exames médicos.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Projeto de transparência na saúde é rejeitado20/03/18 Chapecó – Vereadores da prefeitura de Chapecó votaram contra o Projeto de Lei 072/17, do vereador Cleiton Fossá, que garantia transparência na saúde em âmbito municipal, mesmo com pareceres favoráveis da Assessoria Jurídica do Poder Legislativo, da União dos Vereadores de SC (Uvesc) e do Conselho Federal de Medicina. A iniciativa tratava da......
CPI do Asfalto é prorrogada18/12/13 Chapecó - Em reunião na tarde de hoje (18), os vereadores membros da CPI do Asfalto decidiram, de modo consensual, prorrogar os trabalhos da Comissão por mais 60 dias. Assim, as investigações se estenderão até 22 de fevereiro. O presidente Itamar Agnoletto, o......

Voltar para NOTÍCIAS