Postado em 14 de Março às 19h08

Senado aprova projeto que cria auxílio-gasolina

Foi aprovado pelo Senado na última quinta-feira (10), Projeto de Lei que dispõe sobre o auxílio Gás dos Brasileiros para o exercício de 2022 e institui o auxílio emergencial destinado a atenuar os impactos extraordinários sobre os preços finais ao consumidor da gasolina.

A proposta aguarda votação na Câmara dos Deputados e prevê o pagamento mensal de:

  • R$ 300,00 (trezentos reais) para motoristas autônomos do transporte individual, incluídos taxistas e motoristas de aplicativos, e para condutores ou pilotos de pequenas embarcações com motor de até 16 (dezesseis) hp e motociclistas de aplicativos, sempre com rendimento familiar mensal de até 3 (três) salários-mínimos;
  • R$ 100,00 (cem reais) para motoristas detentores de habilitação para conduzir ciclomotor (ACC) ou motos de até 125 (cento e vinte e cinco) cilindradas (A1), observados os limites de 1 (um) benefício por família e rendimento familiar mensal de até 3 (três) salários-mínimos.


O projeto também traz um aumento do auxílio gás, revendo a legislação que criou o auxílio, a proposição amplia seu público em 2022 para 11 milhões de famílias.

Existem ainda desafios para implementação do auxílio no ano de 2022 se aprovado também pela Câmara dos Deputados, tendo em vista vedações impostas pela Lei eleitoral que veda concessão de benefícios em ano de eleição.


Cleiton Fossá
Advogado e Professor Universitário

Veja também

Aumento no consumo de álcool e drogas na pandemia é desafio para famílias 28/08/20        Vivenciar uma pandemia e lidar com situações que envolvem o consumo de álcool e drogas no núcleo familiar ainda é um desafio para muitas famílias chapecoenses.         O desenvolvimento de políticas públicas, de atuação eficiente da administração municipal e da......
RESPEITO MÚTUO É LEI EM CHAPECÓ22/02 VOCÊ SABIA? É LEI EM CHAPECÓ: para cada cartaz alertando sobre o crime de desacato, às repartições públicas em Chapecó devem ter outro em igual tamanho e forma, alertando sobre os direitos dos......

Voltar para NOTÍCIAS