Postado em 11 de Junho de 2018 às 17h16

Valorização e qualidade: é preciso melhorar as estradas do interior

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – A agricultura familiar produz 80% de toda a comida do mundo, este é um dado da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO)....

Chapecó – A agricultura familiar produz 80% de toda a comida do mundo, este é um dado da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Além disto, a agricultura representa um dos principais pilares da economia brasileira. Em Chapecó, todo o processo agrícola, assim como a industrialização e o comércio, representa 40% da economia do município, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Na região Oeste, a produção de origem animal é destaque. Conforme a pequisa de 2016 divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), somente Chapecó possui cerca de 47.967 cabeças de suínos, 38.652 cabeças de bovinos e 1.980.173 cabeças de galináceos. Logo, o município é um dos maiores produtores de peru do Brasil. Outras atividades são importantes para a renda dos agricultores, como a produção de frutas, ênfase na produção de laranja e a folha verde para erva mate, grãos, destaque para o milho, leguminosas, destaque para a soja, tubérculos, destaque para a mandioca, e também o leite.

A produção é importante para economia do estado, bem como para o agricultor. Assim sendo, o vereador Cleiton Fossá aborda a importância da manutenção das estradas do interior para melhor qualidade de vida dos moradores, bem como empreendedores. O município de Chapecó tem cerca de 1.420 quilômetros de estradas do interior, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Valdir Crestani. O mandato já entrevistou moradores, que apontaram as dificuldades para ter acesso aos direitos básicos e também relataram as más condições das estradas, além disto, outras demandas foram atendidas por meio do Gabinete Virtual.

“Precisamos frisar a importância dos agricultores, que colocam comida na mesa e são essenciais para a economia, não apenas da nossa região, mas para o Brasil todo. É necessário garantir acesso aos direitos básicos e contribuir com o trabalho dos mesmos, precisamos incentivar por meio de programas e também, o município precisa fazer a manutenção da malha viária, e temos um bom exemplo para tal, que é o trabalho realizado por um município no extremo oeste do nosso Estado, que é o município de Tunápolis”, ressalta Fossá.

Além do comprometimento do município para com os agricultores, o estado também precisa fazer a sua parte. Para tal, neste mês foi aprovado o projeto de lei estadual, PL 534/2017, de apoio à agricultura urbana. O objetivo é estimular a produção de alimentos e, por conseguinte garantir, a partir de um planejamento, qualidade e geração de renda para as famílias. Deste modo, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca ficará responsável por criar convênios, ações comunitárias e ceder imóveis públicos para estimular a agricultura. O mandato ficará atento as novas informações sobre o projeto.

 

Alessandra Favretto, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Foto: Bia Piva/Diário do Iguaçu

Veja também

Reunião discute novos cursos no IFSC19/11/14 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó realizou na tarde desta terça-feira (18) uma reunião de trabalho para tratara sobre a criação de novos cursos no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Campus Chapecó. A iniciativa foi do vereador Cleiton Fossá, que por conta de uma cirurgia na perna, realizada sábado (15), não pode estar presente. Deste modo, o encontro foi conduzido pelo vereador Cleber Ceccon. O......
Professora Gilsiane é homenageada23/08/17 Chapecó – Na noite desta terça-feira, dia 23, o Poder Legislativo de Chapecó realizou cerimônia de entrega da medalha de Honra ao Mérito “O Desbravador”. Dezoito pessoas foram homenageadas.......

Voltar para NOTÍCIAS