Postado em 25 de Abril de 2020 às 12h58

Vereador Cleiton Fossá, cobra a prefeitura municipal sobre a distribuição da merenda escolar e a liberação das atividades do Bandejão

Cleiton Fossá | Vereador        Em transmissão ao vivo nesta quinta-feira (23), o vereador Cleiton Fossá, demonstrou a sua indignação frente à posição da Prefeitura de...

       Em transmissão ao vivo nesta quinta-feira (23), o vereador Cleiton Fossá, demonstrou a sua indignação frente à posição da Prefeitura de Chapecó, de não distribuir os alimentos adquiridos com recursos do Pnae, aos estudantes.

       O vereador, apresentou em primeira mão o Ofício que revela a opção da prefeitura de Chapecó, em não seguir à lei federal 13987/20 de 07 de abril de 2020.

       A Lei define que durante o período de suspensão das aulas nas escolas públicas de educação básica, está autorizado, em todo o território nacional, a distribuição imediata dos alimentos.

      Esses alimentos foram adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar, e tem o objetivo de suprir parcialmente as necessidades nutricionais de alunos.

       Arroz, feijão, açúcar, farinha de trigos e produtos da agricultura familiar estão entre os itens.

      Ao optar por não distribuir, a prefeitura municipal justificou-se que, no momento, está assistindo às famílias através da Secretaria de Assistência Social, por meio da distribuição de cestas básicas.

       Essa opção, pode gerar grandes problemas. Primeiro que a alimentação escolar é a garantia da segurança alimentar e nutricional dos alunos. Enquanto a cesta básica, pode não garantir o acesso à alimentos saudáveis e específicos para o bem estar.

São coisas distintas, cesta básica e merenda escolar.

       Diante da não utilização dos recursos do Pnae, a empresa terceirizada, que fornece a alimentação, e possui contrato vigente com o município, não está prestando serviços, neste sentido, cabe o questionamento, sobre a redução de custos contratuais.

      Outro fator, é o modelo de distribuição das cestas básicas que apresenta grandes riscos de ser ineficaz e pode não assegurar o recebimento eficiente, sério e justo por parte dos pais e responsáveis destes estudantes.

       Até o momento, não há apresentação de dados estatísticos, qual público será assistido, assim, como quantos estudantes estão aptos a receber.

“Não existe garantia por parte da população em vulnerabilidade social e econômica, de recebimento dos alimentos. Enquanto vereador eleito pelo povo, questiono como os chapecoenses podem acessar, algo que é comprado com dinheiro do contribuinte”, afirma.

       Para Cleiton Fossá, a escola pública cumpre seu papel social de ensinar, mas também de garantir o desenvolvimento integral das crianças por meio da segurança alimentar.

O nosso mandato busca a distribuição imediata da merenda escolar. O fornecimento dos alimentos para quem tem fome, é mais que uma necessidade, é uma obrigação. São praticamente 25 mil crianças e mais as suas famílias que podem estar nesse momento sem o que comer”, salienta.

       Na visão do vereador, o impacto é tão grande, que além de deixar pessoas com fome a medida da prefeitura, vai contra a agricultura familiar que tem firmado repasses de alimentos para a alimentação dos estudantes.

“Desde 2009, no mínimo, 30% dos repasses da alimentação escolar devem ser investidos na aquisição de produtos da agricultura familiar. Não distribuir esses alimentos, é também deixar de lado o agricultor familiar”, conclui.

Restaurantes Populares

       A transmissão do vereador Cleiton Fossá, que foi realizada em frente ao Restaurante popular do bairro Efapi, dialogou ainda, sobre a liberação do Restaurantes Populares do município.

       A liberação das atividades dos Restaurantes Populares I e II, mais conhecidos como Bandejão, tem o objetivo de contribuir com os trabalhadores e suas famílias, em vista do retorno gradual das atividades de diferentes setores. 

       A posição sobre esse assunto, pode ser vista no ao vivo, e também na Moção 60/2020 do vereador que levanta essa discussão desde o início do isolamento social causado pelo coronavírus. 

       Aqui no site você pode acessar a matéria sobre o Retorno das atividades do Bandejão, com atendimento diferenciado. Além disso, pode tirar dúvidas pelo WhatsApp ou pelas redes sociais: Facebook e Instagram

 

Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá


  • Cleiton Fossá | Vereador -

Veja também

As pedaladas fiscais da prefeitura de Chapecó06/05/16 Chapecó - Realizando o papel de fiscalização do poder executivo, o vereador Cleiton Fossá identificou que a prefeitura de Chapecó parcelou dívidas em desacordo com a legislação, gerando prejuízo ao Fundo Previdenciário (Simprevi), ou seja, ao erário. Conforme Fossá, o ato pode configurar crime de responsabilidade. Entre dezembro de 2014 e maio de 2015, a atual administração deixou de repassar a contribuição......
Chapecó registra primeira morte causada pela Covid-1918/05/20 Na manhã desta segunda-feira (18) a prefeitura do município confirmou 577 pessoas diagnosticadas com a doença e um óbito confirmado. Dos casos confirmados 439 foram através de teste PCR, 17 de teste rápido e 121......
CPI do Asfalto é prorrogada18/12/13 Chapecó - Em reunião na tarde de hoje (18), os vereadores membros da CPI do Asfalto decidiram, de modo consensual, prorrogar os trabalhos da Comissão por mais 60 dias. Assim, as investigações se estenderão até 22 de fevereiro. O presidente Itamar Agnoletto, o......

Voltar para NOTÍCIAS