Postado em 31 de Janeiro de 2014 às 17h42

Fossá garante apoio ao turismo rural

Vereador (224)Plano Diretor (7)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - O vereador Cleiton Fossá apresentou mais propostas nas Audiências Públicas que estão discutindo o novo Plano Diretor de Chapecó. Desta vez, o foco da ação foi o interior do município. Fossá pediu a inclusão, no artigo 50, da atividade de turismo rural na área de macrozona rural. Pela proposta original, a macrozona rural englobava as orlas dos rios, o desenvolvimento rural e a proteção patrimonial e cultural indígena. Fossá explica que a medida fortalece a renda da família do campo, criando canais de acesso à linhas de financiamento junto ao governo federal. Outra ação voltada à zona rural, inclui no texto do Plano Diretor, no item que trata sobre a regularização fundiária, a garantia de assessoria jurídica e técnica de forma gratuita para levantar a situação jurídica, física e urbanística das áreas a serem regularizadas (levantamento fundiário e topográfico, elaboração de planta, memorial descritivo) e promover as ações judiciais necessárias. Ainda, complementar o artigo 14, para que o programa de regularização fundiária permita a participação da comunidade chapecoense em todas as suas etapas de discussões e decisões.

Veja também

Telefonia: Fossá pede que Procon abra investigação08/10/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá teve aprovado requerimento solicitando ao Procon a instauração de investigação preliminar para buscar informações das operadores de telefonia móvel, fixa e de internet. O pedido ocorre após a audiência pública, que seria realizada pelo parlamento chapecoense dia 15 deste mês, ser cancelada devido a Anatel e algumas empresas não confirmarem presença no evento. Esta foi a segunda vez......
Fossá prestigia homenagem a Sadi De Marco29/04/14 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá participou na tarde desta terça-feira (29) da sessão solene de reconhecimento simbólico da restituição do mandato do ex-prefeito Sadi José De Marco (1965-1969), cassado arbitrariamente e sem direito à defesa durante o regime......

Voltar para NOTÍCIAS