Postado em 20 de Abril de 2017 às 15h59

Reunião discute problemas em tubulação de esgoto

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Uma reunião de trabalho, realizada neste dia 20 de abril, debateu os problemas em tubulação de esgoto nos bairros Bela Vista e Parque das Palmeiras. A iniciativa foi do...

Chapecó – Uma reunião de trabalho, realizada neste dia 20 de abril, debateu os problemas em tubulação de esgoto nos bairros Bela Vista e Parque das Palmeiras. A iniciativa foi do vereador Cleiton Fossá, após receber diversas reclamações a respeito do mau cheiro e outros problemas relacionados à tubulação, especialmente nos bairros mencionados. O gerente regional da Casan, Écio Bordignon, esteve presente, assim como representantes da prefeitura e dos moradores.

Conforme Cleiton Fossá, é preciso chegar a uma solução para a questão, uma vez que é forte o cheiro de esgoto no local. O vereador esteve nos dois bairros, conversou com os cidadãos e constatou o problema. Écio Bordignon explicou que a situação ocorre por alguns problemas técnicos e que a Casan está realizando estudos para solucionar o fato. Ele se comprometeu em até dois meses apresentar um projeto e colocá-lo em operação o quanto antes, amenizando o mau cheiro.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Projeto garante acesso à fila de espera do SUS26/01/17 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá apresentou projeto de lei que dispõe sobre a divulgação das listagens de pacientes que aguardam por consultas com médicos especialistas, exames e cirurgias em toda rede pública municipal de Chapecó. O edil já havia apresentado este projeto em 2013, quando assumiu o mandato, e reapresentado a mesma iniciativa em 2014, 2015 e 2016, mas o projeto foi rejeitado pela base governista em......
Agricultura Familiar: geração de riquezas econômicas e sociais23/04/18 Chapecó – A agricultura da região Oeste se constitui em um dos mais importantes segmentos de nossa economia. Por sua vez, conforme apontam os dados censitários do IBGE, os empreendimentos familiares correspondem a 89,5% do total de......

Voltar para NOTÍCIAS