Postado em 01 de Agosto de 2018 às 09h55

Ações de julho foram em defesa dos cidadãos

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – O mandato do vereador Cleiton Fossá realizou, no mês de julho, ações concretas que visam melhorar a vida das pessoas e ser o verdadeiro representante no Poder...

Chapecó – O mandato do vereador Cleiton Fossá realizou, no mês de julho, ações concretas que visam melhorar a vida das pessoas e ser o verdadeiro representante no Poder Legislativo. Além de seguir visitando bairros, comunidades e linhas, e encaminhando as demandas recebidas através do Gabinete Virtual, WhatsApp e Facebook, Fossá apresentou alguns números de sua atuação. Entre 1º de janeiro de 2017 e 30 de junho de 2018, foram: 41 Projetos de Lei; 183 Requerimentos; 32 Moções; e 303 Indicações, 3 Audiências Públicas, 4 Reuniões de Trabalho e 2 homenagens.

O fato mais marcante do mês foi a realização da Audiência Pública de apresentação do novo edital do Transporte Público Coletivo de Chapecó, no dia 23. Autor da proposta que criou, em 2017, na Câmara de Vereadores, uma Comissão Especial para acompanhar a formulação do novo edital, apresentando sugestões ao Poder Executivo, Cleiton Fossá solicitou que o documento já preveja alguns avanços em relação à frota de ônibus, como coletivos menos poluentes; acessibilidade para pessoas com deficiência visual, com avisos sonoros e braille; e ônibus com suporte para bicicletas.

Ainda, Cleiton Fossá aponta que o edital não traz nenhuma novidade no que diz respeito a subsídio para os usuários, ou seja, uma forma de custeio que ofereça aos cidadãos um desconto no valor da tarifa, sem impactar na empresa concessionária. Assim como em outras ocasiões, o vereador voltou a defender a criação de um Fundo Municipal, que seria formado com parte dos valores arrecadados em outras concessões como, por exemplo, do estacionamento rotativo. “O próximo contrato de concessão precisa prever que 30% do valor arrecadado com multas sejam destinados para o Fundo”.

Estacionamento rotativo

O estacionamento rotativo de Chapecó passou por mudanças, com a troca dos parquímetros. Cleiton Fossá avalia que houve avanço no sentido de garantir, de fato, rotatividade no sistema, mas que outros problemas permanecem presentes. Os principais deles são o pouco tempo para regularizar a infração, que é somente 10 dias corridos, e o pouco número de orientadoras. Além disso, o baixo valor repassado pela empresa concessionária à prefeitura de Chapecó também é alvo de críticas. “O que fatura em um dia, a empresa paga para a prefeitura. Nos outros 24 dias ela tem de lucro”, diz.

Saneamento básico

A importância do saneamento básico para a saúde e para a qualidade de vida dos cidadãos foi trabalhada por Cleiton Fossá. Saneamento básico engloba quatro principais serviços públicos: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, manejo de resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais. O vereador constata que muitos bairros ainda sofrem problemas de abastecimento de água; somente 42% da área urbana têm coleta e tratamento de esgoto; o manejo de resíduos sólidos ocorre de forma parcial e pouco abrangente; e diversos pontos da cidade sofrem com alagamentos.

Hospital da Criança

Em sessão extraordinária realizada dia 16, a Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou o Projeto de Lei 163/18, que repassa R$ 6,2 milhões para o Hospital da Criança (HC) de Chapecó, em 12 parcelas, nos exercícios de 2018 e 2019. Os vereadores foram convocados para apreciar o Projeto devido à importância da matéria, fato que não gera custos extras aos cofres públicos. Para Cleiton Fossá, o repasse de mais recursos para o Hospital da Criança é muito importante, principalmente para dar maior agilidade no atendimento ao público, que é um dos principais problemas do local.

Contato com a Casan

Moradores do bairro Vila Rica entraram em contato com Cleiton Fossá, por meio do Gabinete Virtual, para denunciar um caso que envolve a saúde pública e preservação do meio ambiente. O tanque de armazenamento de esgoto não supria a necessidade da comunidade e, por consequência, transbordava diretamente no riacho que desemboca no Lajeado São José. O vereador se reuniu com os diretores da Casan e em menos de uma semana o problema foi resolvido. “Vamos continuar atuando para desenvolver medidas a fim de assegurar a saúde e preservação do meio ambiente”.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Projeto regulamenta feiras livres de agricultores29/05/18 Chapecó – A regulamentação das feiras livres de agricultores familiares e de economia solidária em Chapecó está tramitando na Câmara de Vereadores, através do Projeto de Lei 97/2018, do Poder Executivo. A iniciativa é uma exigência do Ministério Público (MP) que, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC),......

Voltar para NOTÍCIAS